EWÁ – INGRID MORANDIAN

|SENHORAS OBSCENAS
Por Ingrid Morandian

 
o que mais me assombra na tempestade
são os resíduos de lágrimas que ficam na pele,
a natureza perfila nas janelas do quarto gotículas
escorrendo sinuosas

ergo os braços para a chuva pedindo a imanência dos tempos
para que brotem fecundas minhas pernas
os mundos do meu corpo confirmam
as histórias contadas da mãe afro

nasci Ewá
nasci no rio bordado de solitude
fiz-me continente na ária,
acolhimento das mãos sôfregas

 

_______________________
Ingrid Morandian nasceu em São Paulo(SP), onde reside. Participou de várias antologias. Publicações: Água Terra Fogo Ar – Crônicas elementais, Ed. Uapê, 2011 – História intima da leitura, Editora Vagamundo, 2012 – Revista Plural 1900 e Revista Plural La barca, 2016, Ed. Scenarium Livros Artesanais, Senhoras Obscenas, 2016, Editora Benfazeja – Tem poemas publicados nas revistas eletrônicas Mallarmargens, Diversos Afins, Liberoamérica. “Como titereiro, no silêncio, brinco com as palavras na composição de textos. Estanco na fronteira do real e da ficção, e esvazio de todo eu através da escrita.”