ESCRITORXS DE QUINTA

Essa coluna é assinada por Vera Saad, Gael Rodrigues, Marcos Vinícius Almeida, Mauro Paz, Graziela Brum, Camilla Loreta, Vanessa Vascouto e Natália Zuccala. Nela, publicaremos textos literários semanais abordando os temas discutidos durante os encontros do coletivo Escritorxs de Quinta.

 

Unidos pelo livros da capa rosa
Lucia Berlin constrói a mamãe
A morte e a morte da narrativa
Literatura e a vida como ela é
Parem de falar que ler é importante
Poesia é a própria vida
Para escrever, aprenda a ouvir
Ser a pergunta, os limites da resenha, passar despercebido (…)
Para expandir sua literatura, saia dela
O retorno dos mortos
Sobre as possibilidades narrativas no Brasil
Como ter ideias?
Estão todos chocados, mas nem tanto
Por que escrever
Em busca da singularidade
Germinação através do fracasso, circularidades secretas e algo (…)
O cristal do acontecimento
A máquina de desaparecer
A forma de criar
O que a educação me ensinou sobre a literatura e por que (…)
A caminhada no labirinto
O eu e o outro e o tempo e as definições
O mundo quer viver em nós
Abrir os olhos
Para sempre, sempre.
Fumaça
Missão, visão e valores
A casa vazia
O sujeito na linguagem
Uma peça perturbadora onírica e três livros sem fronteiras
Purple Mountains
Parem de tentar me fazer feliz
Canção de ninar
A moça alada na Masmorra
Ádvena
A mulher que escorreu pelo ralo
Atras do pensamento
A notícia
Atrás do  pensamento
Modo de produção
Olhar do artista
Aves leves contra o vento
Quando quatro homens entraram de assalto no meu ônibus
Jenipará
Fluxo

_______________________
Anita Deak é escritora, editora de livros e fundadora do Coletivo Escritorxs de Quinta. Nasceu em Belo Horizonte. Seu romance de estreia, Mate-me quando quiser (2014), foi finalista do Prêmio SESC de Literatura. Atualmente, escreve No fundo do oceano os animais invisíveis.

Camilo Gomide é jornalista, mestre em Literatura e Crítica Literária pela PUC-SP e escritor.

Gael Rodrigues é paraibano de 33 anos. Seu romance ‘Terra Laranja’ venceu os Prêmios Literários da Fundação Cultural do Pará em 2017 e o juvenil ‘A menina que engoliu um céu estrelado’ ganhou o prêmio CEPE 2018 (além de ter sido finalista dos prêmios CEPE 2017 e  Barco a Vapor 2018).

Graziela Brum é de Arroio Grande/RS. Escritora. Idealizou o projeto literário Senhoras Obscenas, o qual coordena junto com a historiadora Adrianá Caló. Participa do coletivo Escritorxs de Quinta, venceu o concurso ProAc categoria romance com o texto “Fumaça”. Publicou com Editor Lumme “Vejo Girassóis em você”. Atualmente escreve o romance Jenipará.

Liliane Prata é escritora e jornalista. Entre seus livros, estão Sem Rumo (Planeta) e Eu Odeio te Amar (Gutenberg). Liliane mantém um canal no YouTube, Canal da Lili, onde fala sobre comportamento.

Marcelo Ariel é poeta, performer e teatrólogo. Autor de “Jaha ñade ñañombovy’a  (Penalux), entre outros livros, lança em breve “Ou o Silêncio Contínuo” (Kotter Editorial), com sua poesia reunida.

Marcos Vinícius Almeida é escritor e jornalista. Mestre em Literatura e Crítica Literária pela PUCSP, é autor do volume de contos Paisagem interior (Penalux, 2017).

Mauro Paz é escritor, publicitário e cineasta. Além da participação de diversas antologias, Mauro tem 3 livros publicados: Por Razões Desconhecidas (IELRS), finalista do Prêmio SESC de 2012; São Paulo – CidadExpressa (Editora Patuá); e do romance Entre Lembrar e Esquecer (Editora Patuá) finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2018.

Vanessa Vascouto é autora do romance Água fria e Areia (Lamparina Luminosa, 2018), da peça teatral A maior distância entre dois pontos (SESI-SP Editora, 2019) e do infantojuvenil A Árvore e a Nãna (finalista do Prêmio Barco A Vapor 2018).

Vera Saad é autora dos romances Dança sueca (Patuá, 2019) e Telefone sem fio (Patuá, 2014) e do livro de contos Mind the gap (Patuá, 2011), Vera Saad é jornalista, mestre em Literatura e Crítica Literária pela PUC – SP e doutora em Comunicação e Semiótica também pela PUC – SP. Ministrou no Espaço Revista Cult curso sobre Jornalismo Literário em 2012. Tem participações nas revistas Cult, Língua Portuguesa, Metáfora, Portal Cronópios e revista Zunái. Vencedora do concurso de contos Sesc On-line 1997, avaliado pelo escritor Ignácio de Loyola Brandão, foi finalista, com o romance Estamos todos bem, do VI Prêmio da Jovem Literatura Latino-Americana. Seu romance Dança sueca foi selecionado pela Casa das Rosas para o projeto Tutoria, ministrado pela escritora Veronica Stigger.